Daniel Alves não joga mais pelo São Paulo

Técnico Crespo já foi informado que o jogador não está mais a disposição

Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net


Em pronunciamento feito no início da tarde desta sexta-feira (10), a diretoria do São Paulo comunicou que Daniel Alves não joga mais pelo Tricolor. A questão se desenrolou após o jogador ser convocado para a Seleção Brasileira e não ter se reapresentado após os compromissos com a camisa da amarelinha.

Os representantes do atleta informaram ao São Paulo que o jogador não retornaria ao clube enquanto não houvesse o ajuste da dívida financeira que o Tricolor possui com Daniel Alves. A diretoria do clube já informou o técnico Hernan Crespo de que o jogador não estará a disposição.

Sem corresponder em campo, Daniel Alves também era um problema para o São Paulo fora dele. Isso porque  o clube deve cerca de R$ 12 milhões ao jogador e uma saída já era descartada .

VEJA TAMBÉM: Com novidades, Vitória encerra preparação para enfrentar o Remo

Vale lembrar que Daniel Alves protagonizou uma série de polêmicas desde que chegou ao São Paulo. Após a conquistar a medalha de ouro com a seleção brasileira nas Olimpíadas de Tóquio, o jogador disparou contra o clube e alegou que "o São Paulo falhou com ele". Na semana passada, Baby, presidente da denominada Torcida Independente, uma das mais conhecidas do São Paulo, publicou um vídeo nas redes sociais afirmando que o jogador estava em uma balada na madrugada, fato negado pela assessoria do jogador.

Sobre a dívida estar atrapalhando o desempenho do jogador, o diretor de futebol do São Paulo, Carlos Belmonte, foi categórico ao comentar o assunto em entrevista aos jornalistas Arnaldo Ribeiro e Eduardo Tironi, no YouTube. "Ele não mistura efetivamente essas coisas. O Daniel é um atleta profissional que cumpre rigorosamente com as suas obrigações em campo. Jogar bem ou jogar mal é análise de cada um", concluiu.

Daniel Alves foi contratado pelo São Paulo em 2019, a expectativa da antiga gestão era de que o clube conseguisse parceiros para ajudar no pagamento do atleta, porém isso não ocorreu. O salário de Daniel, no São Paulo, era de R$ 1,5 milhão mensais.

IG ESPORTE

Comentários