Prefeito de Salvador prevê anunciar em dezembro decisão sobre Carnaval

Bruno Reis afirmou que, até lá, todo o público-alvo da vacinação contra a Covid já estará imunizado

Foto: Valter Pontes/Secom


O prefeito de Salvador, Bruno Reis (DEM), afirmou que uma eventual decisão acerca da realização do Carnaval bem como a liberação do uso de máscaras só será anunciada em dezembro, quando, segundo ele, todo o público-alvo da vacinação contra a Covid já estará imunizado. Segundo o prefeito, a expectativa é que o processo seja concluído até o fim de novembro.

As declarações foram dadas em entrevista à rádio BandNews na noite de quinta-feira (14).

"A expectativa é chegar em 30 de novembro [com o processo de vacinação] concluído. O prefeito não vai ter mais o que fazer. O que dependia da gente, que era vacinar... nós já estaremos nessa data com a vacina no braço das pessoas. Então, efetivamente, a gente espera que em dezembro possamos realizar esses grandes eventos e também retirar as máscaras", disse o prefeito.

VEJA TAMBÉM: BAHIA: Polícia Militar apreende armamento e drogas que seriam vendidas em paredão

Reis, porém, não informou qual percentual de vacinados será usado como aparâmetro. Ele disse, no entanto, que a procura pelos postos de imunização em outubro será determinante para possíveis flexibilizações.

De acordo com o prefeito, 140 mil pessoas ainda estão com a segunda dose da vacina atrasada na capital.

Bruno Reis disse que, caso a festa momesca de fato aconteça, pessoas não vacinadas serão impedidas de acessar os circuitos da folia.Para participar do Carnaval, será obrigatório apresentar o cartão de vacinação ou o comprovante de imunização disponível no aplicativo Conect SUS.

Segundo a prefeitura, mais 1.300.00 pessoas já tomaram as duas doses ou a dose única da vacina contra o novo coronavírus em Salavador. Outras 110.400 pessoas receberam a dose de reforço.

Metro1

Comentários