DEM e PSL preveem oficializar fusão até outubro

Nova legenda precisará de aval do Tribunal Superior Eleitoral poder disputar as eleições de 2022

Foto: Valter Pontes/Secom PMS e Câmara dos Deputados


As cúpulas de DEM e PSL querem oficializar a fusão dos partidos até outubro. Segundo o site Poder 360, as siglas estimam que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) levará de três a quatro meses para homologar. A nova legenda precisará desse “ok” até abril para poder disputar as eleições de 2022.

De acordo com a publicação, se estiver homologado até fevereiro, terá mais facilidade para conseguir novos filiados na janela partidária que abre em março –sem a homologação, possíveis novos integrantes podem ficar temerosos pelo risco de não poderem se candidatar.

VEJA TAMBÉM: Bolsonaro viaja a Nova York para a Assembleia-Geral da ONU

A nova legenda precisará fazer uma reposição de deputados em março. Quando a fusão estiver oficializada, os descontentes terão um prazo de 30 dias para sair sem o risco de perder o mandato –ou ao menos tentar na Justiça, há regras conflitantes sobre o assunto. É provável que integrantes do DEM, principalmente, não fiquem na legenda por causa de disputas locais de poder. Alguns perderão espaço para pesselistas quando a união for concretizada.

BNews
 

Comentários