Parque do Queimado, sede do NEOJIBA, completa 2 anos nesta sexta e live comemorativa contará com participações especiais

A Live será na sexta-feira (09), às 19h30, e terá muita história, mensagens e música

Foto: Divulgação


Nesta sexta-feira, a sede do NEOJIBA (programa social do Governo da Bahia) localizada no Parque do Queimado, no bairro da Liberdade, completa 2 anos de sua inauguração. Para marcar a data, o NEOJIBA transmitirá ao vivo, pelo facebook do programa, uma Live direto do Parque.

A Live será na sexta-feira (09), às 19h30, e terá muita história, mensagens e música com o Coro Juvenil do NEOJIBA, que apresentará trechos da Cantata Contrafacta “Se Negro Sou”, acompanhado pelo pianista Arthur Marden e terá ainda uma apresentação especial do maestro, pianista e diretor-geral do programa, Ricardo Castro.

Patrimônio Histórico

A sede do programa foi inaugurada no dia 09 de julho de 2019. O Parque do Queimado abrigou a primeira central de tratamento e distribuição de águas do Brasil. Inaugurado em 1852 por D. Pedro II, a história do lugar é ainda mais antiga. Há mais de quatro séculos, os padres jesuítas descobriram ali uma importante fonte de água que serviu à Soledade e a Lapinha, em Salvador, nos séculos 17 e 18. 

Em 1997, o casarão principal foi tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). Quase duas décadas depois, em 2014, o lugar foi cedido pela Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) para o Instituto de Desenvolvimento Social pela Música (IDSM), responsável pela gestão do NEOJIBA. Após três anos de obras, o local transformou-se num dos espaços para a prática e o ensino musical mais bem equipados do país.

Sobre o NEOJIBA

Criado em 2007, o NEOJIBA (Núcleos Estaduais de Orquestras Juvenis e Infantis da Bahia) promove o desenvolvimento e integração social prioritariamente de crianças, adolescentes e jovens em situações de vulnerabilidade, por meio do ensino e da prática musical coletivos. O programa é mantido pelo Governo do Estado da Bahia, vinculado à Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social, e gerido pelo Instituto de Desenvolvimento Social Pela Música. Em 13 anos, o NEOJIBA atendeu, direta e indiretamente, mais de 10 mil crianças, adolescentes e jovens entre 6 e 29 anos.

Comentários