Você tá vivendo na velocidade da luz e a luz apaga, diz mãe de MC Kevin ao lembrar dos conselhos que dava ao filho

No 'Mais Você' desta quarta-feira, 19, Ana Maria Braga fez homenagem ao funkeiro

Foto: Globo


O Mais Você desta quarta-feira, 19/5, fez uma homenagem a MC Kevin, que morreu na noite de domingo, 16/5, depois de cair do 5º andar da varanda de um hotel na orla da Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio de Janeiro. O funkeiro tinha 23 anos.

Ana Maria Braga conversou com a mãe do cantor, Valquíria Nascimento, que lembrou a rotina intensa do filho e destacou que Kevin tinha hiperatividade.

"O Kevin sempre foi um menino muito intenso. Ele tinha hiperatividade. Não é só o Kevin, esses meninos artistas que não tinham nada e hoje têm tudo É muito difícil pra eles lidar com fama, com dinheiro, com a vida que eles tinham e com o que eles têm agora. Eu sempre falei pra ele: 'filho, precisa passar num psicólogo", ressaltou Valquíria.

Emocionada, Valquíria Nascimento falou da realidade dos jovens da periferia e dos compromissos envolvendo uma vida muito diferente.

"A gente conhece o nosso filho em casa, né?! E quando ele está na rua, a gente não sabe, né? As amizades que anda, o que faz, o filho nunca fala pra mãe tudo o que faz", disse Valquíria Nascimento.
"Eu sempre falei pro Kevin: 'respira pra viver'. Em dois meses, o Kevin fez tudo. Os últimos dias dele, ele não dormia, queria viver intensamente. Você tá vivendo na velocidade da luz, e a luz apaga (...). Tô procurando entender o que tá acontecendo. (...) Tenho certeza que ele não foi embora, ele tá aqui do meu lado", complementou a mãe.

"A última vez o que Kevin me mandou mensagem era 5:27, conversando e 'eu te amo, mãe' e seis e pouca já recebi a noticia que ele tinha caído do apartamento", lembrou ela.

Ana Maria Braga convidou Manuel Soares, amigo, ativista social e cofundador da Central Única das Favelas (CUFA) para o papo. O apresentador do É de Casa ressaltou a importância do funk na cultura das grandes cidades.

"O Kevin ele pertencia a uma corrente muito valiosa na cultura de periferia que consegue unir essas duas pontas, porque ele trazia do que a gente chama de funk consciente. Ele colocava na batida do funk mensagens importantes pra essa galera", explicou Manuel.

A mãe de MC Kevin destacou ainda que vai dar continuidade ao projeto do filho, de dar uma vida melhor à pessoas que não têm condições.

Gshow/Mais Você

Comentários