Primeiro-ministro do Reino Unido fala em medidas para conte variante brasileira da covid-19

Boris Johnson foi questionado sobre possibilidade de barrar voos provenientes do Brasil após variante da Covid-19 ser encontrada em viajantes brasileiros que foram ao Japão

Foto: EFE/EPA/ANDY RAIN


O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, afirmou durante sabatina com membros do parlamento inglês nesta quarta-feira, 13, que está preocupado com a nova variante da Covid-19 encontrada em viajantes que foram do Brasil ao Japão no começo do ano. Após ser questionado pelo conservador Jeremy Hunt sobre a possibilidade de banir voos provenientes do país da América do Sul, Johnson não bateu o martelo, mas garantiu que o governo estuda o que fazer sobre o assunto. “Nós estamos preocupados, já pensamos em algumas medidas, como você sabe, para barrar a chegada de novas infecções do exterior e estamos dando passos para fazer isso em resposta à variante brasileira”, disse.

Boris Johnson disse, ainda, que há muitas perguntas a serem respondidas sobre a variante encontrada no Brasil. Segundo informações do Ministério da Saúde brasileiro, o governo japonês encontrou 12 mutações dentro do vírus contraído por viajantes na região da Amazônia. Amostras foram enviadas para análises locais, mas a Organização Mundial da Saúde assegurou que até o momento não há indícios de que as variantes sejam resistentes às vacinas que começam a ser administradas. Mesmo com vacinação iniciada no dia 8 de dezembro de 2020, o Reino Unido apresenta recordes diários de morte pela Covid-19 nas últimas semanas. Nesta quarta, mais de 1,5 mil novos óbitos foram registrados.

Jovem Pan

Comentários