Estudo da USP confirma caso de reinfecção por coronavírus

Segundo a pesquisa, o caso de reinfeção se deu em um intervalo de 50 dias

Um caso de reinfecção por coronavírus, em um intervalo de 50 dias, foi detectado em um estudo conduzido pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (SP), que pertence à USP (Universidade de São Paulo). 

A paciente, analisada por pesquisadores do Departamento de Medicina Social da faculdade, é uma técnica de enfermagem de 24 anos, e contraiu o coronavírus no exercício da profissão. 

No dia 4 de maio, a paciente teve contato com um colega de trabalho com covid-19. O primeiro diagnóstico positivo veio nove dias depois e a técnica de enfermagem se recuperou bem da doença, com o fim dos sintomas em dez dias.

Em 27 de junho, os sintomas da covid-19 voltaram e ela teve um novo diagnóstico positivo para a doença em 2 de julho, 50 dias após o primeiro teste que confirmou a contaminação.

"O presente relato confirma que, ainda que extremamente rara, a reinfecção por Sars-Cov-2 (novo coronavírus) e o adoecimento por covid-19 em mais de uma ocasião são eventos possíveis", diz trecho do estudo.

Metro 1

Comentários