Vitória da Conquista poderá perder mais de 50 mil eleitores; Presidente do TRE-BA descarta prorrogação
Aproximadamente 80 mil eleitores conquistenses ainda não foram recadastrados e segundo o juiz Wander Cleuber Oliveira Lopes, titular da 39º Zona Eleitoral, o município pode perder mais de 50 mil eleitores
Notícias - 12/01/2018
+notícias

Enquanto os eleitores soteropolitanos enfrentam longas filas para realizar o recadastramento biométrico, o presidente do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA), desembargador José Rotondano, confirmou nesta quinta (11), em entrevista ao jornal A Tarde que o órgão não prorrogará o prazo de encerramento da atualização, previsto para o dia 31 deste mês.

O desembargador isentou a autonomia do TRE quanto à prorrogação do prazo. “Há uma resolução do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) determinando que o prazo de revisão eleitoral (biometria) será até o dia 31 de janeiro de 2018”, justificou o presidente do TRE baiano.

Quanto às longas filas formadas nos pontos de biometria, Rotodano associou o transtorno ao costume da população de deixar a revisão eleitoral para a última hora. “O TRE vem, desde 2016, se esforçando para chamar a população a comparecer aos postos de biometria”, argumentou o presidente.

Questionado a respeito da reclamação de alguns funcionários do tribunal pela sobrecarga de trabalho diante da alta demanda, o desembargador disse não estar sabendo disso e que o TRE acertou com o sindicato da categoria formas de compensar o trabalho extra.

Recadastramento em Vitória da Conquista

A realidade do município do sudoeste baiano não é diferente da capital, filas enormes são vistas tanto no Fórum Eleitoral quanto no Centro Cultural Glauber Rocha. Os locais são os pontos de recadastramentos dos eleitores para o o sistema biométrico.

Aproximadamente 80 mil eleitores conquistenses ainda não foram recadastrados.

Em recente entrevista a uma emissora de rádio da cidade, o juiz Wander Cleuber Oliveira Lopes, titular da 39º Zona Eleitoral, revelou que Vitória da Conquista pode perder mais de 50 mil eleitores.

“Já recadastramos 67% do eleitorado que corresponde a 161 mil eleitores, mas hoje contamos com o total de 240 mil eleitores em Vitória da Conquista, então faltam pouco menos de 80 mil, 79 mil eleitores basicamente para serem recadastrados. Como o prazo é 31 de janeiro e nossa capacidade infelizmente é limitada, ainda temos aí como recadastrar entre 25 e 30 mil eleitores que não vai chegar ao total”, afirmou o magistrado.

  • Facebook
  • Twitter