Cantora conquistense Luiza Audaz lança clipe de Blueberry nesta sexta

Deliciosamente suave e dançante, terceiro single da cantora baiana segue com a bem sucedida parceria com o duo paulista Deep Leaks e traz em imagens uma atmosfera etérea do realismo fantástico

Foto: Vida Num Click


Luiza Audaz lança na sexta feira (22), seu novo vídeo clipe "Blueberry", seu último single. O clipe foi dirigido por Luciano Matos e foi filmado em Vitória da Conquista, Bahia, cidade natal da artista, que atualmente vive na paradisíaca ilha Morro de São Paulo. É o terceiro single da cantora, os dois primeiros“Bahia Flor” e “Preta” também lançados pela Deckdisc, mesma gravadora de Pitty, que aliás é conhecida por tê-la descoberto ao vê-la tocando em Vitória da Conquista.

Deliciosamente suave e dançante, “Blueberry” equilibra MPB com gêneros da música eletrônica como chillout e downtempo. A canção nos transporta para um encontro de almas cheio de imagens enigmáticas e encantadoras: aquela estranha nave, blueberries na sacada e um aquário de papel. Essa atmosfera etérea de realismo fantástico se consuma sonoramente na produção do duo Deep Leaks, bebendo das referências oitentistas tão presentes no trabalho dos produtores de São Carlos-SP assim como no universo da cantora de Vitória da Conquista-BA. Por entre os sintetizadores e reverbs, a voz potente de Luiza afaga nossos ouvidos com uma canção de amor intimista baseada em fatos reais, um relato devaneante do relacionamento da compositora com o músico e rapper baiano Lucaz Dsix. Uma música para dançar mansamente na penumbra prateada da lua, esperando um amor que pode estar nos nossos sonhos ou na mesma sala.

A composição é uma parceria com Marx Gori e contou com a produção do duo Deep Leaks, formado por Gustavo Koshikumo e Juliano Parreira (ATR e Mandale Mecha). Este lançamento dá continuidade a uma parceria entre a cantora e o duo de produtores paulistas que já rendeu músicas como “Bahia Flor” e prevê mais três lançamentos ao longo deste ano de 2021. 

 

VEJA TAMBÉM:Cantor Guigga volta com o bloco Me Leva em Salvador; [SAIBA MAIS]

 

"Eu vim daquela estranha nave" é a frase que abre a canção “Blueberry” e narra metaforicamente a história de uma personagem de outro planeta que chega a Terra e se apaixona por um mortal e os elementos da natureza que o cercam. O conceito da imagem do clipe surge a partir desta  narrativa que inspirou Luíza e o diretor Luciano Matos, que também dirigiu seu primeiro clipe "Bahia Flor", para compor na fotografia, indumentária e maquiagem uma obra carregada de elementos românticos e andrógenos. Água, mata e nave são os espaços por onde Luíza flutua em ressonância com os arranjos da canção. 

Movimentos fluidos junto a sequências poéticas com cenas gravadas em slow pontuam a direção de fotografia feita por Jonathan Valim. Em uma das sequências do clipe Luíza e a câmera parecem estar dentro de um aquário de luz muito brilhante simulado através de uma piscina meio vazia. O figurino de voal vermelho flutua sobre a água azul com contraste e leveza deixando um rastro de texturas e criando profundidade na tela. 

O clipe foi gravado na Bahia em Vitória da Conquista, sua cidade natal, nas  locações do Sítio Sul, espaço de eventos que conta ainda com um quarto forrado por paredes de lâmpadas rosas onde são produzidos os micro verdes da Erva Sal, empresa de sua amiga Elen Trindade que também cedeu esse espaço para serem gravadas as sequências da estética "nave".  O clipe de “Blueberry” é simples e dá seu recado "chama que ela vem" com sua música inédita pros ouvidos do planeta e dos outros possíveis que possam existir, assistir e se deliciar pelo cosmo.
 

Sobre Luiza Audaz

Compositora e cantora desde os 13 anos de idade, lançou seu primeiro disco “Jardim de Vagalumes” aos 16 anos contando com 16 músicas autorais, influenciada pela narrativa imagética da obra de seu pai, o artista plástico João Marcos Oliveira. Formada em Cinema e Audiovisual pela UESB em 2016, suas referências transitam pela musicalidade dos cantadores Xangai, Paulinho Pedra Azul. Gutemberg Vieira e incluindo toda a Tropicália e a Nova MPB.

Comentários