BAHIA: Mulher morta a facadas pelo marido já havia sido agredida outras vezes pelo suspeito, diz familiar

Além de matar Maria Ângela, o homem também esfaqueou o irmão dela

Reproduç]ap/RecordTV Itapoan


O cunhado de Maria Ângela de Jesus Silva, morta a facadas pelo companheiro enquanto dormia dentro da própria casa, na madrugada desta sexta-feira (1º), no bairro de Cosme de Farias, em Salvador, afirmou em entrevista ao Balanço Geral, da RecordTV Itapoan, que a vítima já havia sido agredida outras vezes pelo suspeito. Ainda segundo o familiar, que preferiu não se identificar, o agressor foi até a casa da vítima alegando que ela estaria o traindo. 

"Ele estava transtornado. Chegou a trancar o banheiro dizendo que tinha um homem dentro do banheiro. Ela já tinha sido agredida por ele. Já tinha chegado a terminar a relação umas duas vezes e depois ele voltava até chegar a esse ponto", disse.

VEJA TAMBÉM: Suspeita de agredir idosa acamada se apresenta à polícia, em Salvador, e nega crime

Além de matar Maria Ângela, o homem também esfaqueou o irmão dela, Paulo Roberto de Jesus Silva, 60, que tentou defendê-la das agressões. Paulo foi levado para o Hospital Geral do Estado (HGE) e está internado, em estado grave, na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). 

De acordo com a Polícia Civil, o autor do assassinato vivia com a mulher há 18 anos e fugiu logo após o crime. Ele foi preso horas após o crime em Simões Filho, na região metropolitana de Salvador. O suspeito foi autuado em flagrante por feminicídio e confessou o crime. 

Em depoimento, no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), ele informou que foi motivado pela suspeita de traição.

O acusado tem passagem por porte ilegal de arma de fogo e deve ficar à disposição da Vara Criminal.

O seputamento do corpo de Maria Angêla será realizado neste sábado (2), às 10h, no Cemitério Municipal de Plataforma.

BNEWS

Comentários