MEGA: Educadora fala sobre como a Escola Família Agrícola de Anagé impacta a educação do campo

As vagas são disponíveis para alunos do 6º ao 9º ano do ensino fundamental, bem como para alunos do 1º e 2º ano do ensino médio técnico profissionalizante em agropecuária

Foto: Lay Amorim/Achei Sudoeste


Nesta terça-feira (9), o programa Redação Mega (apresentado por Paulo Martins, Joabson Silva e Daniel Morais),veiculou uma entrevista com a educadora Adriana Ferreira pra falar sobre as atividades da Escola Família Agrícola de Anagé.

A instituição fica localizada na Fazenda Sertaneja, ao lado oeste da cidade e com distância de aproximadamente um quilômetro do perímetro urbano, nas margens da estrada que dá acesso à barragem do município.

Seu surgimento aconteceu mediante a parceria da Associação das Escolas e Comunidades Agrícolas da Bahia (AECOFABA), do Projeto de Desenvolvimento Comunitário da Região do Rio Gavião (PRÓ-GAVIÃO), da Prefeitura Municipal de Anagé e da busca das comunidades rurais da região por uma escola em que se contextualizasse a realidade dos pequenos agricultores, que pelo modo de vida camponês vão se reproduzindo e se recriando em suas terras de trabalho.

Adriana destaca que a escola oferece aulas téoricas e práticas baseadas no "Plano de Formação que norteia o ensino e aprendizagem, tendo como objetivo contextualizar e aprimorar os conteúdos trabalhados com foco no aprender fazendo".

A educadora ressalta que os interessados podem entrar em contato através dos canais divulgados. As vagas são disponíveis para alunos do 6º ao 9º ano do ensino fundamental, bem como para alunos do 1º e 2º ano do ensino médio técnico profissionalizante em agropecuária e o início das aulas está previsto para o dia 1° de março.

OUÇA 

Comentários