Agência sugere sexo na pandemia com máscara e em posições que evitem o face a face

Em tempos pós-pandemia, nada de deixar as máscaras de lado na hora do sexo

O novo normal não se aplica só aos procedimentos de segurança no escritório em que você trabalha. Nem só à forma como nós iremos a shows a partir de agora. A sua vida sexual também pode ganhar novos contornos no mundo pós-pandemia do coronavírus, com posições mais acrobáticas para evitar o contato facial ou a utilização de apetrechos que visam menos o erotismo e mais a segurança sanitária.

O conselho veio de uma agência na Inglaterra, o Terrence Higgins Trust. A sugestão é clara: evite beijos, use máscaras e escolha posições sexuais que não te deixem em contato próximo com o rosto de seu parceiro ou de sua parceira. A dica é complexa em se tratando da hora H, mas, para a Higgins Trust, é uma forma eficaz de não deixar o prazer de lado, mas com cuidado. 

Essa, no entanto, não é a opção mais segura indicada pelo fundo. A recomendação é clara: “Seu melhor parceiro sexual durante a pandemia é você mesmo, ou alguém com quem você more.” A agência ainda sugere que as pessoas aproveitem o tempo em isolamento para descobrirem o prazer solitário e desenvolvam novas técnicas de masturbação, utilizando brinquedinhos e, quem sabe, aproveitando a tecnologia para desvendar o mundo do sexo virtual. 

hypeness

Comentários